Carli Filho vai a júri popular nove anos após acidente com dois mortos

Ex-deputado estadual é acusado de duplo homicídio com dolo eventual, quando assume risco de matar. Julgamento foi marcado pela terceira vez.

Carli Filho vai a júri popular nove anos após acidente com dois mortos

 

7 de maio de 2009. Naquela madrugada, dona Vera perdeu o filho caçula em um acidente de trânsito em um cruzamento de Curitiba. Quase nove anos depois, o motorista acusado pelas mortes vai a júri popular. O réu é Luiz Fernando Ribas Carli Filho, herdeiro de uma influente família da política paranaense, e, na época do acidente, tinha 25 anos e era deputado estadual.

A perícia concluiu que Carli Filho estava a uma velocidade entre 161 e 173 km/h. O carro em que ele estava decolou e caiu sobre outro, que tinha acabado de entrar na avenida. Nele, estavam Carlos Murilo, de 19 anos, e Gilmar Rafael Yared, de 26. Os dois morreram na hora.

CONTINUE LENDO