Pai pede Justiça após morte de jovem espancado em balada por R$ 15: ‘Meu companheiro’

Lucas Martins de Paula, de 21 anos, morreu após 22 dias de internação. Ele foi agredido por seguranças do estabelecimento após contestar o valor da comanda.

Pai pede Justiça após morte de jovem espancado em balada por R$ 15: 'Meu companheiro'Amparado por parentes, o pai de Lucas Martins de Paula, de 21 anos, que morreu na noite deste domingo (29) após ser espancado durante uma briga em bar e casa noturna de Santos, no litoral de São Paulo, esteve no Instituto Médico Legal (IML) para liberar o corpo. Muito abalado, Isaías de Paula pediu Justiça pela morte do filho.

Lucas foi agredido por seguranças do bar e casa noturna Baccará Backstage, no bairro Embaré, na madrugada do dia 7 de julho, após contestar o valor da comanda. O estudante apanhou dos seguranças do estabelecimento e foi encaminhado para a Santa Casa de Santos com quadro de politraumatismo. Ele ficou 22 dias internado na Unidade de Tratamento Itensivo (UTI) da Santa Casa de Santos, em coma induzido, e morreu na noite deste domingo.

 

CONTINUE LENDO